ARTIGO

O ANO NOVO CHINÊS – COMO FICAM AS IMPORTAÇÕES BRASILEIRAS

quarta, 22 de janeiro de 2020 às 10:55

Foto: TWS Comex

Hoje vamos compartilhar sobre um dos mais importantes feriados na China: O Ano Novo Chinês e o seu forte impacto na logística das cargas brasileiras.

A título de curiosidade, o calendário chinês é o mais antigo registro cronológico da história. Também é possível afirmar que o calendário chinês é lunissolar, ou seja, utiliza-se tanto do Sol quanto da Lua para sua composição.  A cada ano, o ano novo chinês tem sua data de início diferente do calendário ocidental além de ser regido por um dos doze animais que representa o horóscopo chinês, em 2020 iniciará em 25 de Janeiro.

Durante as comemorações, é de costume que todo país pare para “brindar” ao novo ano, com isso as empresas determinam uma semana de folga (oficialmente), podendo esse período se estender totalizando até 15 dias. Quando citado que as empresas folgam por uma semana, significa que absolutamente tudo para, desde o serviço de transporte, armazéns, fábricas, lojas, escolas até portos e navios. 

Sendo assim, um bom planejamento logístico detalhado, considerando de curto à médio prazo, antes dos pedidos de sua importação é recomendável. A sugestão ao período que precede o Ano Novo Chinês é de que o importador planeje seu pedido junto às empresas na China, desde a sua produção até o embarque para evitar atrasos e custos desnecessários.

Em épocas de alta temporada, considerando o pré e o pós-feriado, tendem a ser bem movimentadas para ambos os modais, o que muitas vezes resulta na carência de espaço para embarque, gerando assim atrasos a entrega no destino.

Conte com a TWS para o suporte em seu planejamento logístico e todas as demais etapas do processo!

 

Por Érica Ambrósio

 

Simplifique os seus negócios internacionais

Venha para a TWS Comex e tenha acesso a tudo isso 24 horas por dia através do TWS Gestão Online