ARTIGO

A TECNOLOGIA E O COMÉRCIO EXTERIOR DE MÃOS DADAS COM VOCÊ!

terça, 30 de junho de 2020 às 10:06

Foto: TWS Comex

Não é o slogan de supermercado é a uma realidade cada vez mais presente no Comex.

A busca contínua pela melhoria no tratamento dos dados relativos a entradas e saídas de mercadorias no Brasil, vem ao longo dos anos trazendo maior detalhamento e transparência das transações referentes a importação e exportação. Mesmo que haja controvérsias entre benefícios e malefícios que as mudanças trazem para as empresas, não podemos negar que o fator agilidade é um grande aliado no mundo de burocracias que vive o Comércio Exterior.

Trazemos neste artigo mais uma novidade que com certeza vai trazer mais mudanças por aí. Com certeza você já ouviu falar, ou leu alguma coisa, a respeito do Blockchain não é mesmo?

No dia 20 de maio de 2020, foi publicada a Portaria 879 que regulamenta a utilização do Blockchain no Comércio Exterior, isso mesmo, esta tecnologia que é muito comentada nos assuntos relacionados a moeda virtual: o Bitcoin¹, começa a circular no Comex.

Para que você entenda um pouco melhor, vamos começar explicando o que é Blockchain. De uma forma simplificada, podemos dizer que o Blockchain são blocos de dados, onde constam os registros relativos a transações de moeda virtual. Nesses blocos constam informações de quem enviou, quem recebeu, de onde e quanto foi negociado. Para quem conhece os livros contábeis, o Blockchain é como o livro razão que registra a movimentação de entradas e saídas de cada conta contábil.

Entendido isso, vejamos como o Blockchain se encaixa nas operações de Comércio Exterior: Como comentamos no início deste artigo, a Receita Federal em conjunto com outros órgãos, buscam tecnologias que proporcionem agilidade, transparência e confiabilidade das transações referente ao Comex. O maior benefício para a Receita Federal, ao utilizar esta tecnologia, é a imutabilidade dos registros, não permitindo qualquer alteração nos documentos de importação ou exportação.

Em um artigo publicado pela Panoramacrypto, falando da nova Portaria, é comentado sobre o projeto que envolve o Blockchain: “Uma nova portaria da Receita Federal abre caminho para a implantação de um sistema conjunto baseado em blockchain que vai conectar as aduanas de Brasil, Uruguai, Argentina e Paraguai ainda neste ano, segundo informações do Cointelegraph.

O projeto está previsto para este ano ainda, com isso, como estão sendo feitas as declarações das suas importações e exportações? Precisa de assessoria?  Entre em contato com a gente!

 

¹ Bitcoin (símbolo: ₿; abrev ISO 4217: BTC ou XBT) é uma moeda digital usada para transações comerciais.

 

Por Idirlene Santos

 

#comex #blockchain #comércioexterior #importação #exportação

Simplifique os seus negócios internacionais

Venha para a TWS Comex e tenha acesso a tudo isso 24 horas por dia através do TWS Gestão Online